16 Opções Veganas nos Jardins e outras coisas que você precisa conhecer!

… poucos conhecem um “lado B” da Augusta que se estende para uma região conhecida como Jardins. Sendo assim resolvemos falar de 16 Opções Veganas nos Jardins que você precisa conhecer além de algumas dicas culturais.

Quando pensamos em opções veganas em São Paulo, a primeira coisa que vem são os nossos restaurantes veganos preferidos (Não deixem de ver esta lista com todos os veganos da cidade por SPVeg) e algumas regiões que se transformaram em referências para o veganismo como o bairro de Pinheiros (que inclui a famosa Vila Madalena) e a região da Rua Augusta, onde nesta última há uma concentração muito grande opções veganas, bem próximas uma da outra, mas poucos conhecem um “lado B” da Augusta que se estende para uma região conhecida como Jardins, então resolvemos falar de 16 Opções Veganas nos Jardins e outras coisas que você precisa conhecer além de algumas dicas culturais.

São Paulo é uma cidade bem complexa, muitas são as formas de descocamentos, locais incríveis, icônicos e o melhor de tudo, a cada dia aparecem as mais distintas opções veganas na cidade agradando todos os bolsos e gostos e pensando nisso, que tal darmos uma olhada em uma região conhecida como Jardins? Neste pequeno guia vegano para não-iniciados na cidade convido você a dar um rolê nesta região e degustar  16 Opções Veganas nos Jardins e outras coisas que você precisa conhecer.

Um pouco de história

O Jardim Paulista, bairro que fica na região central da cidade, conectada à Bela Vista (bairro da Avenida Paulista) integram esta região nobre da cidade conhecida como Jardins. Para entendermos um pouco da história podemos voltar um pouco, mas um pouco mesmo, lá no século 16. Os Jardins naquela época era apenas uma passagem para o Ibirapuera, uma rota entre o centro e a região do famoso Parque do Ibirapuera. Logo mais tarde a região despertou interesse de fazendeiros que procuram terras para plantar uva, chá e tabaco. Neste momento, de negociações pelo melhor pedaço de terra é que o bairro passou a região passou a se chamar Jardim Paulista, após a instalação das famílias Pamplona e Paim que dão nome à ruas da região.

Pensamos, com o intuito de facilitar o uso deste “mini guia para não-inciados na cidade”, dividir as opções veganas em manhã, tarde e noite.

Manhã

Lilori – A Lilóri tem como principal objetivo oferecer uma alimentação saborosa, nutritiva e segura. Tem como carro chefe a produzir alimentos sem glúten e sem lácteos para quem tem restrição alimentar severa. As pessoas que não tem restrições também são bem-vindas e convidadas a descobrir novos sabores. A Lilóri tem em seu menu opções veganas de café da manhã. São pães sem glúten saborosos, produzidos a partir de receitas simples e sofisticadas. Para complementar e deixar o desjejum ainda mais completo, a clientela pode experimentar diversas outras delícias, como iogurte de coco, suco verde, tapioca de queijo de castanhas com tomate e manjericão, opções veganas de sanduíches e tostadas, além de bolos e doces. Rua Peixoto Gomide, 1.486 01409-003 – Jardim Paulista São Paulo.

 

Super Natural  – Famoso por seu buffet do almoço, além de restaurante o Super Natural  tem um completo mercado com muitos produtos orgânicos e um café que serve além de salgados e bolos. De segunda à sábado a opção do café da manhã fica por conta das opções veganas do balcão nos domingos há um super buffet. O almoço é servido no sistema buffet ovolactovegetariano, mas as opções veganas são identificadas. Outra parte bacana é em relação ao preço fixo, que não é “preço de jardins” e o preço no final de semana continua o mesmo, sem ficar mais caro, então vamos às delicias que o Super Natural nos prepara diariamente. R. Augusta, 2992 – Cerqueira César, São Paulo.

 

Galeria Ouro Fino –  A Galeria Ouro Fino é uma galeria muito conhecida, fica entre a Alameda Lorena e a Rua Oscar Freire  e desde a década de 70 tem papel de destaque na moda. Não raro, estilistas que tiveram ali a sua primeira loja ganharam as passarelas do Fashion Week ou espaços valorizados em shopping centers de várias cidades do país. R. Augusta, 2690 – Cerqueira César, São Paulo – SP, 01412-100

 

Granado Pharmácias – Um charme no melhor estilo… voltei a 1870. Na Granado você encontra Shampoos, perfumes, sabonetes e desodorantes em sua maioria “Cruelty Free”. Rua Haddock Lobo, 1353 – Jardins, São Paulo.

 

Batendo perna… ande e descubra cada atrativo, cada novidade vegana da região e que pode estar em cada esquina…  é muito legal caminhar pelas ruas Oscar Freire (visite a pracinha), Lorena, Bela Cintra e a Melo Alves, apesar que muito ali se resume a consumo que não tem muito a ver comigo e dele eu ando fugindo, não é mesmo? Continue subindo até chegar na Av Paulista.

 

MASP – Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, mais conhecido como MASP, foi inaugurado em 1947 por Assis Chateaubriand e Pietro Maria Bardi. O local comporta uma coleção considerada a mais importante do Hemisfério Sul. São artistas brasileiros e estrangeiros em um acervo que cobre desde o século 19 ao século 20. A radicalidade da arquiteta também se faz presente nos cavaletes de cristal, criados para expor a coleção no segundo andar do edifício. Ao retirar as obras das paredes, os cavaletes questionam o tradicional modelo de museu europeu, no qual o espectador é levado a seguir uma narrativa linear sugerida pela ordem e disposição das obras nas salas. No espaço amplo da pinacoteca do MASP, a expografia suspensa e transparente permite ao público um convívio mais próximo com o acervo uma vez que ele pode escolher o seu percurso entre as obras, contorná-las e visualizar o seu verso.  Av. Paulista, 1578 – Bela Vista, São Paulo

 

Tarde (almoço)

Apfel – O Apfel Jardins é um restaurante ovolactovegetariano que fica a um quarteirão e meio da Avenida Paulista. A sua sede é um casarão charmoso, todos os dias são oferecidos pratos bem diversificados com muitas opções veganas. O lugar também só utiliza orgânicos.  R. Bela Cintra, 1343 – Consolação, São Paulo.

 

Cheiro Verde – O Cheiro Verde Restaurante vem se reinventando e em sua nova fase conta com a implantação de opções veganas em seu menu, que sempre teve opções para veganos porém somente agora essas opções estão incluídas oficialmente no cardápio. Rua Peixoto Gomide, 1078 – Jardim Paulista, São Paulo.

 

Guna Vegan – Eu não sei vocês, mas eu tenho um sério preconceito com doces e sobremesas, eu sou daqueles que come 3 veg burguers e não me preocupo se terá um espacinho para a sobremesa, mas… até conhecer a doceria vegana da Rua Augusta chamada Guna Vegan.  O bolo de coco com castanhas e café! Rico em proteínas, fibras e sais minerais com ação antioxidante. Acompanhado de café orgânico então? Uma combinação deliciosa…”

 

Lanchonete da Cidade – Fui convidado pela SVB – Sociedade Vegetariana Brasileira para o lançamento de uma opção vegana da Lanchonete da Cidade e que ainda não tinha nome.. cheguei lá e me deparei com uma lista de nomes onde um deles seria o escolhido para o lanche que leva uma pasta vegana de alho-poró, berinjela, abobrinha, cebola e tomate assados com um toque de pesto de manjericão, servidos na baguete de centeio ou pão sem glúten…. se puder, vá na baquete! Alameda Tietê, 110 – Jardim Paulista, São Paulo.

 

Loving Hut – Já velho conhecido na Vila Mariana e parte de uma rede mundial de restaurantes veganos, o Loving Hut ganhou filial na Augusta. Com destaques pratos da cozinha asiática, como sushi, tofu com algas, bolinho adocicado com gergelim, a casa também oferece feijoada vegana as quartas e sábados. R. Augusta, 1961 – Cerqueira César, São Paulo.

Foto RotaVeg

 

Hi Pokee  – A entrada do Hi Pokee é bem discreta, você pode passar sem perceber a entrada, mas ao chegar e se for aos finais de semana, se prepare para pegar uma fila, se for no horário de pico. Mas nada de fila que possa estragar a surpresa. R. Augusta, 2052 – Cerqueira César, São Paulo.

Escolhendo a sua opção vegana no Hi Pokee

  1. Escolha da proteína, veganos vão de tofú e shimeji, uma combinação incrível!
  2. A base… eu fui de arroz branco, mas tem integral também.
  3. Molho… tem alguns a sua escolha, pergunte ao atendente qual é vegan. Eu fui de citrus-spicy
  4. Acompanhamentos. Inclusos são 3, mas se quiser mais fique a vontade, tem um pequeno adicional.
  5. Toppings… nori, castanha de caju, amendoim, coco, chips de batata doce… 3 são suficientes.

 

Vegacy – Um dos veganos mais antigos da cidade, o Vegacy (vegetarian + legacy = Vegacy) aposta em um variado menu que faz um grande sucesso desde 2005 na região da famosa Av Paulista. No movimentado dia a dia de quem trabalha naquela região, o Vegacy pode ser uma opção das mais recomendadas, pois o sistema self service faz com que aqueles que não tenham muito tempo e buscam uma alimentação equilibradada possam desfrutar de um bom e rápido almoço e já aqueles que estão mais tranquilos, basta curtir o ambiente super tranquilo do Vegacy, curtir o famoso grafite da parede ou simplesmente desgustar bem devagar as delcias do buffet. Alameda Jaú, 1581 – Jardim Paulista, São Paulo.

 

Livraria Cultura – A Livraria Cultura merece também uma visita. Desde 1969 a livraria já faz história no Conjunto Nacional e em 2007 inaugurou a maior livraria do Brasil, que hoje conta 4,5 mil m2 de área e  com circulação de cerca de 10 mil pessoas por dia. Muitas lojas, que Além dos mais de 150 mil títulos de livros, tem gibis, cds, dvds, vinil, brinquedos (a Geek.etc.br), papelaria. Uma das lojas é dedicada à fotografia, arte, viagens, cinema … quem ai curte? Há também uma loja exclusiva da Companhia das Letras, uma revistaria e um café. Uma dica… “cuidado” para não perder deliciosas horas lá dentro. CONJUNTO NACIONAL – Av. Paulista, 2.073 – Consolação, São Paulo.

 


Casa da Rosas – Também conhecida como Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura, a Casa das Rosas está localizada na Avenida Paulista e é um dos cartões-postais de São Paulo. O casarão foi projetado por Francisco de Paula Ramos de Azevedo (1851-1929) – o mais importante arquiteto do período áureo da economia cafeeira de São Paulo.  O centro cultural foi inaugurado em 1991 e recebeu tal nome porque abrigava um dos maiores e mais belos jardins de rosas da cidade. Av. Paulista, 37 – Paraíso, São Paulo.

Noite (jantar)

All Seasons – A chef Márcia Micheli propôs a criação de receitas que tem como base os sabores marcantes das frutas brasileiras. A moqueca do All Seasons, receita típica dos estados da Bahia e Espírito Santo, ganha versão vegana, a Moqueca de Cajú com arroz colorido com cúrcuma e salsinha. Figura também no cardápio, inspirado na famosa receita do Nordeste, o Escondidinho de jaca com farofa crocante, mas esta é lactovegetaria. Todas as opções servem até duas pessoas. Alameda Santos, 85 – Golden Tulip Paulista Plaza – Jardins, São Paulo

 

Piola – Presente em 10 países, a pizzaria Piola trouxe à São Paulo em 2014 o seu menu vegano, inicialmente implantado na unidade Jardins. Além das pizzas, o menu super completo com bruschettas, saladas, massas risotos e as famosas redondas. Destaque para Piola  que leva o nome da casa e está em sua versão mais recente com Mandiokejo, tomate fresco, tapenade de azeitonas pretas e manjericão fresco. (fotos divulgação/Piola). Alameda Lorena, 1765 – Jardins, São Paulo.

 

Pizzaria Veridiana – Com 02 opções em seu menu,  em 3 unidades, as pizzas da Veridiana podem ser com massa  integral ou de farinha branca. Uma delas leva fatias de alho sobre molho de tomate fresco e manjericão e a outra, shiitake, shimeji, cogumelo paris, azeitonas verdes com toque de parmesão.. R. José Maria Lisboa, 493 – Jardim Paulista.

 

Raw Veggie – Uma novidade na região dos Jardins. Uma hamburgueria vegetariana com uma opção muito gostosa de “vegan burger”. Que tal sair da rotina e mandar aquele burguer vegano no meio da semana? Mesmo sendo #junkfood , o #junkfoodvegano é muito mais saudável… Que tal este hambúrguer vegano de grão de bico servido no pão no estilo francês, maionese de abacate, tomate e espinafre tostados e mussarela Nomoo? R. Augusta, 2052 – Consolação, São Paulo.

 

Sushimar Vegano – Niguiri de coco, gunkan de salada de repolho roxo com tomatinhos, guioza de abóbora kabochá e shitake, lamen com caldo de legumes, tofu e cogumelos. Essas são algumas das receitas que estrelam o cardápio do Sushimar Vegano. Há uma seleção de entradas, com opções como tartare de pimentões confitados com tempurá de shisso e aguedashi – tofu empanado com molho a base de shoyu e gengibre -, para comer sem pressa e acompanhar os drinques. Alameda Campinas, 1287 – Jardins, São Paulo.

 

Villa Roma Pizzaria – Ao chegar você nota que nas mesas, sobre os pratos, há uma embalagem que a princípio não daria para identificar, mas são as luvinhas. O jeito da Villa Roma de comer pizzas é com as mãos, então as pizzas são cortadas em pequenas fatias para que facilite. A massinha fina ainda ajuda. Use as luvinhas caso queira manusear seu celular para fotos ou simplesmente, “coloque a mão na massa”.

 

Para finalizar este roteiro pelo Jardins e Bela Vista, chamo a atenção para uma caminhada pela Av. Paulista que virou um programão, adoro! Caso seja domingo, melhor ainda, já que ela fica fechada para carros e dá até para montar um kit praia e seguir pra lá. É ótima para pedalar em qualquer horário e qualquer dia, já que sua ciclovia é uma das melhores da cidade.

Organize sua viagem!!!

– Buscando um hotel? Eu uso e recomendamos a Booking.com, milhares de hotéis por todo o mundo!

-E o Seguro Viagem, já contratou? Super importante… assistência médica no exterior é muito cara. E se a bagagem for extraviada? Temos as melhores cotações de seguro viagem para você, manda um ZAP que respondemos bem rápido, WhatsApp 011-967321295

Tá precisando alugar carro? Temos também, consulte aqui 

– Se você já tem tudo (passagem, hotel, traslados, carro, seguro…), mas ainda deseja que sua viagem seja perfeita, com todas as dicas de onde ir, onde NÃO IR, onde comer… conte conosco para uma super consultoria de viagem! Saiba mais aqui.

Sobre o Autor

client-photo-1
Elton Bastos