9 dicas de viagens para veganos que você precisa conhecer!

9 dicas de viagens para veganos que você precisa conhecer!

O que é ser vegano? Depende, a explicação pode surgir de vários pontos de vista, mas eu acho que podemos dizer é que são pessoas que abriram o seu coração e que lutam por toda injustiça no mundo, pelos animais, pelo planeta e pelas pessoas. Como definição:

O vegano é aquele tem como premissa uma forma de viver que busca excluir, na medida do possível e do praticável, todas as formas de exploração e de crueldade contra animais, seja para a alimentação, para o vestuário ou para qualquer outra finalidade“.

Mas o que é ser vegano em uma viagem? Ser vegano em uma viagem é ficar atento para detalhes que a maioria das pessoas não parariam para pensar, principalmente na questão da alimentação e sobre atividades, os passeios que cada região oferece, pois em muitos há exploração animal (e as vezes humana). Ser vegano em viagens requer um planejamento mais detalhado, nada que demande muito trabalho, mas tenha atenção aos detalhes pode fazer a diferença e deixar a sua #VeganTrip mais fluída, por isso eu resolvi compartilhar este texto que fala sobre “9 dicas de viagens para veganos que você precisa conhecer”.

1 – Escolhendo o destino

Hoje em dia é muito fácil encontrar referências, seja na internet, nas mídias sociais ou com os amigos de quais são os destinos “Vegan Friendly” ou amistosos para veganos. Embora você possa visitar qualquer lugar, alguns destinos são vegan friendly e têm ótimas alternativas para veganos. Conhecida como a capital vegana do Oriente Médio, Tel Aviv se tornou referência e é o lugar ideal para quem quer comer bem sem maltratar animais. Além disso, Berlim. a terra das salsichas se tornou, contraditoriamente, uma referência em culinária vegana. Nos últimos anos, o veganismo na Alemanha tem crescido consideravelmente e a cidade tornou-se a “capital vegetariana do mundo”, com diversas opções de restaurantes, lanchonetes e cafeterias. Para veganos que querem comer bem no Brasil mesmo, São Paulo reúne opções de dar água na boca.

Leia mais:

Quer conhecer a Alemanha? No final de março estaremos indo para lá com na companhia da Alana Rox, saiba mais aqui em Berlim e Paris com Alana Rox

Se o seu destino é a minha cidade, São Paulo, não deixe de conhecer o bairro chamado Jardins e suas opções veganas!

Mais sobre Berlim, o que fazer em 02 dias por lá!

 

2 – Escolhendo o hotel

Se o seu hotel não é vegano ou não tem opções veganas nos cardápios que as vezes eles colocam no site, então não se esqueça de avisar. Mas eu posso avisar no dia em que eu chegar? Sim, pode mas a chance de não ser tão bem atendido é grande e com certeza vai ter mais adaptações se você avisar com antecedência. O melhor com certeza é encontrar algum hotel que naturalmente ofereça opções veganas no cardápio. Isso te ajudará a economizar e não precisar comer todos os dias em restaurantes.

Leia mais:

Sugestões de como enfrentar um bufê de café da manhã no hotel como um vegano, clique aqui!

Se você gosta das montanhas, a nossa dica é o hotel Serra da Estrela em Campos do Jordão, café da manhã vegan friendly e ainda conta com um restaurante vegano, clique aqui para reservar!

Em Arraial D´Ájuda – BA há uma pousada muito bacana, a Naturalíssima, vegetariana com opções veganas, clique aqui para reservar!

Quer saber onde estão alguns hotéis 100% VEGANOS pelo mundo? Clique aqui, listamos alguns!

 


 

3 – Uma pesquisa por restaurantes

Já pensou você em uma capital cheia de coisas para conhecer, em uma viagem curta de 3 dias e ainda ter que ficar pensando onde comer? Você tem duas escolhas; Se você planeja com antecedência o seu roteiro, você pode incluir restaurantes próximos às atrações através de uma pesquisa já que você terá tempo ou, no local, abrir um aplicativo muito bacana chamado Happy Cow. O projeto foi criado em 1999 e trata-se de um serviço online que lista onde está a comida vegana mais perto de você pode, eles usam a geolocalização e a colaboração de pessoas do mundo todo. Acesso pelo computador o site (https://www.happycow.net/)  ou baixe o App na Google Play  e Apple Store (versão paga) e saia usando no seu smartphone.

4 – Ouvindo pessoas

Antes de você visitar um destino, pode ter certeza que a esta altura alguém já esteve por lá… pode até não ser veganos, mas com uma rápida consulta na internet você vai achar alguma referência.

Então antes de partir, ou melhor, de tomar uma decisão sobre o destino X, Y ou Z procure alguém que já foi, pois em uma rápida conversa muitos perrengues podem ser evitados.

Abaixo selecionamos 2 posts com dicas gerais.

Um deles é da Renata Schaitza, uma super viajante de carteirinha que compartilha conosco 06 dicas para ser vegana em uma viagem.

Outro post é uma lista de 9 perfis do Instagram de veganos que viajam bastante, basta seguir para pegar algumas dicas!

5 – Um mapa na mão, ou melhor, no smartphone

Mas e ai, mapa impresso ou celular? Apesar de ser contra a coisas impressas, afinal o nosso planeta está cheio de lixo, muitas vezes é inevitável ter aqueles mapinhas que geralmente estão disponíveis na recepção do hotel ou em postos de informações turísticas porque o seu smartphone pode acabar a bateria, você ficar sem sinal… enfim, de volta ao antigo método de navegação.

Escolhido o mapa, seja impresso ou do smartphone, faça marcações onde estão os restaurantes escolhidos partindo do seu hotel, com isso você terá uma boa referência da relação entre os locais que você quer visitar e onde comer no caminho.

Este trabalho, caso você não queira ter, pode deixar com a gente. No serviço de consultoria de viagens nós nos encarregamos de montar um mapa super bacana com os principais restaurantes e atrações para você não perder um minuto se quer, saiba mais aqui em Consultoria Vegana de Viagens!

 

6 – Lancheira, lunch box ou marmita

Rota feita, restaurantes marcados e pronto, agora é sair batendo perna por ai! Mas e nos momentos de fome durante o passeio e que as vezes não tem nada para salvar? A minha dica é montar lanchinhos e levar. Pode ser uma fruta do hotel, barras de proteína e castanhas, com certeza estes alimentos vão te dar um gás para chegar até um local com uma boa opção vegana.

Para transportar o seu lanchinho que tal uma “lunch box” bem bacana, daquelas bonitonas que dá para levar algumas frutas e até uma comidinha mais elaborada? A Perfect Box da Pacco é uma boa. Também tem a Lunch Box com bandeja. Agora barras energéticas, que tal as barras da B On Nutrição (olha esta, cacau + nibs + avelã + pimenta).

Para você leitor do blog, amigo ou clientes da Vegan4you, saiba que há um cupom bacana do 20% OFF na loja da Pacco , use o código “VEGAN4YOU” para finalizar a compra, clique aqui, Pacco Lunch Box

7 – Sua comida no avião

Viajar de avião.. o que eu vou comer? Lembre-se, se você não fizer um pedido especial de refeição, corre-se o risco de ter duas opções, uma com carne e outra com uma massa e queijo, o famoso “Chicken or Pasta”. 

Para evitar este contratempo e começar bem sua viagem, sugerimos que, no momento da compra da sua viagem de avião, pergunte ao seu agente de viagens ou a Cia Aérea sobre as opções de refeições assim que fizer as reservas. É importante lembrar que algumas cias aéreas pedem um mínimo de, pelo menos, 72h antes do voo para que sua solicitação especial seja atendida. Vale reforçar sobre sua solicitação no momento do check in!!!

Leia mais sobre cias aéreas e suas opções veganas nos voos!

8 – Pedindo a sua comida em Mandarim

Imagina você pedindo o seu prato em espanhol, “sin huevos, sin Leche y sin manteca”, fácil né? Mas em inglês? Não peça sem “no milk”, mas sim peça “dairy free” que é a forma mais abrangente para todos derivados do leite. Mas em chines, tailandês ou vietnamita?

Para algumas línguas uma boa dica é o livro Veggie Planet da Wendy Werneth. Nesta viagem ela compartilha conosco a culinária de 11 lugares diferentes com dicas na língua deles. Ela faz um resumo e comenta sobre os melhores pratos na China, Grécia, Etiópia, Turquia, Índia, Itália, México, Marrocos, Tailândia, Vietnam e do Oriente Médio, tudo isso até usando a escrita deles para você se guiar quando estiver por algum destes países, vale a leitura!

 

 

9 – Isso é uma cilada

Elas podem surgir de muitas formas, infelizmente, então sugiro atenção para:

  1. Começando pela escolha do destino. Fique atento pois alguns destinos ainda promovem terríveis  festivais que torturam animais como touradas, farra do boi, matanças de baleias, etc..
  2. Ao fazer passeios, pesquise por empresas éticas que não promovam atividades com animais, principalmente em cativeiro ou quando se usam animais para transportes. Há muitos tours cujo os animais são atração, mas sem importuná-los como observação de pássaros e baleias, nado com golfinhos e tubarões baleia em liberdade..
  3. Avise o seu hotel, cia aérea (como já dissemos aqui), empresa de tours, etc.. com antecipação para que eles possam se preparar para te receber bem.
  4. Tenha cuidado ao tentar explicar sobre exploração animal ou bem estar deles, em muitos países esta relação não é aceita e você pode se envolver em uma confusão ao tentar explicar porque amamos os animais.
  5. Leia bastante sobre o destino a ser visitado, converse com as pessoas que já foram para as “dicas bônus”.
  6. Leia também, no Blog SPVeg, como comer comida vegana em qualquer restaurante e ir além do alface

 

Organize sua de viagem!!!

– Buscando um hotel? Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o nosso blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui. Há milhares de hotéis por todo o mundo!

– E o Seguro Viagem, já contratou? Super importante… assistência médica no exterior é muito cara. E se a bagagem for extraviada? Temos as melhores cotações de seguro viagem para você, manda um ZAP que respondemos bem rápido, WhatsApp 011-967321295

Tá precisando alugar carro? Temos também e você não pagará nada a mais por isso e claro, ajuda o nosso blog, consulte aqui !

– Se você já tem tudo (passagem, hotel, traslados, carro, seguro…), mas ainda deseja que sua viagem seja perfeita, com todas as dicas de onde ir, onde NÃO IR, onde comer… conte conosco para uma super consultoria de viagem! Saiba mais aqui.

Sobre o Autor

client-photo-1
Elton Bastos